A União Europeia pode forçar a Apple a permitir que os usuários pode desinstalar o aplicativo de Fotos no iPhone. A informação foi confirmada por representantes da Comissão Europeia.

Segundo John Gruber, a vice-presidente executiva da Comissão, Margrethe Vestager, destacou que a Apple deve permitir que os usuários desinstalem qualquer aplicativo, incluindo até mesmo aqueles que pertencem ao sistema.

Essa é uma das critérios para que a empresa de enquadramento na Lei de Mercados Digitaissendo que a ideia da União Europeia é permitir que o usuário possa baixar uma galeria alternativa ou até mesmo usar o Google Fotos, por exemplo.

Por mais que essa exigência possa parecer fácil na teoria, na prática ela pode dar muito trabalho para os desenvolvedores da Apple. Isso porque o aplicativo de Fotos é muito integrado no iOS.

Ele é usado não apenas como galeria, mas também como rolo de câmera e até mesmo como fonte do iCloud para armazenamento e compartilhamento de fotos e vídeos.

Por isso, muitos analistas acreditam que, por mais que seja considerado nominalmente, o aplicativo de Fotos manterá seu status atual, uma vez que uma alta complexidade de remoção pode “comover” os diretores da Comissão Europeia.

A capacidade de remover fotos do aplicativo pode ser mais problemática do que o esperado, uma vez que também pode levar a uma potencial perda de dados e falhas graves de segurança.

A Comissão também deve orientar a Apple para melhorar o seu painel de escolha de navegadores dentro do iOSalém de fiscalizar a opção que permite instalar lojas de terceiros.

By admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *