Chile é pioneiro em sistema de segurança pública com tecnologia de IA
Chile é pioneiro em sistema de segurança pública com tecnologia de IA

O Chile embarcou em um projeto ambicioso para incorporar inteligência artificial às suas medidas de segurança pública.

O Sistema Integrado de Teleproteção (Sitia) une IA com uma série de câmeras e sensores por todo o país. Ele visa melhorar a segurança pública nacionalmente e reforçar investigações criminais.

Esta iniciativa tem uma base ampla, conectando os setores municipal, governamental e privado.

Essas redes utilizam IA para processar e analisar dados, melhorando a resposta a atividades criminosas e ameaças à segurança pública.

Por exemplo, o sistema é excelente na localização de veículos roubados e na identificação de indivíduos associados a atividades criminosas por meio de reconhecimento facial avançado e digitalização de placas.

Chile é pioneiro em sistema de segurança pública com tecnologia de IA. (Foto reprodução da Internet)

Atualmente, a Sitia opera um piloto em 14 municípios de alto risco na Região Metropolitana. Esta fase testa sua aplicabilidade no mundo real e garante que a tecnologia mantenha a privacidade enquanto contribui para a segurança.

A colaboração está no cerne desse esforço. Uma mistura de agências públicas, entidades privadas e instituições acadêmicas estão trabalhando juntas.

Essa cooperação destaca o potencial de esforços coletivos para abordar questões sociais complexas. O Chile não está apenas focando em medidas localizadas, mas também em elaborar uma política nacional de IA.

Liderada pelo Ministério da Ciência, esta política promove a integração da IA ​​em vários setores, estabelecendo o Chile como líder em adaptação tecnológica para o bem-estar público.

Sitia é mais do que uma medida de segurança; é uma prova da postura proativa do Chile no uso da tecnologia para melhorar a vida urbana e a segurança.

Essa abordagem não visa apenas mitigar ameaças imediatas, mas também serve de modelo para outras nações sobre o poder da tecnologia na governança e na segurança pública.

By admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *