Após a chegada da primeira beta do iOS 17.5como de costume, descobriram alguns detalhes que poderão fazer parte do lançamento oficial do sistema da Maçãque deverá acontecer em meados do mês que vem.

Dessa vez, há novidades referentes a uma provável terceira geração do Apple Pencil, ao recurso de interoperabilidade entre rastreadores de diferentes marcas (como o AirTag), ao download de aplicativos diretamente de sites da web na União Europeia e mais.

Vamos conferir algumas delas?

Novo gesto no Apple Pencil

Ó 9to5Mac encontrou evidências que corroboram o lançamento de uma possível 3ª geração do Apple Pencil: referências a um novo gesto denominado “espremer” (ou “apertar”) — algo inexistente na atual geração do acessório — foram encontrados nos códigos do iOS 17.5.

Segundo o site, o gesto poderá ser usado para interações rápidas como “adicionar formas, assinaturas, figurinhas ou um campo de texto” e, provavelmente, será acionado por envio à superfície do acessório.

Como não existe um sensor que permita esse tipo de ação nos modelos atuais, isso pode se tratar, na verdade, de uma novidade da próxima versão do Apple Pencil, que tem sido cogitada para ser lançada em breve pela Maçã. Atualmente, o acessório só é capaz de considerar toques duplos em seu corpo para a realização de ações rápidas em softwares.

Rastreadores de terceiros

Ó 9to5Mac também descobri nos códigos do sistema que a Apple está se preparando para implementar a solução que está desenvolvendo com o Google para padronizar recursos anti-perseguição eles rastreadores no iOS e no Android.

Textos encontrados nos códigos do app Buscar (Encontre meu) Leve a crer que o iOS indicará acessórios de rastreamento mesmo que eles não sejam certificados pela Apple e ajude a direcionar os usuários a encontrar uma forma de desativá-los.

“Este item não é certificado na rede Buscar da Apple. Você pode desativar este item e impedir que ele compartilhe sua localização com o proprietário. Para fazer isso, siga as instruções fornecidas em um site pelo fabricante deste item”, diz um dos trechos.

Baixe aplicativos via web na UE

Além da possibilidade de baixar aplicativos por lojas alternativas na App Store, usuários de iPhones residentes na União Europeia também poderá instalar softwares diretamente do site dos desenvolvedores a partir do iOS 17.5.

Uma maçã anunciou essa novidade no mês passado E impõe alguns requisitos para que os desenvolvedores possam distribuir seus aplicativos dessa forma — como a necessidade de ser um desenvolvedor cadastrado na App Store Connect há mais de dois anos.

Devendo atender às diretrizes de autenticação da empresa, os desenvolvedores devem necessariamente aderir às novas regras da App Store para aproveitarem o recurso — o que significa que todos estarão sujeitos a pagar a polêmica Taxa de tecnologia principal (CTF)como destacado também pelo 9to5Mac.

Outras novidades

  • Nenhum aplicativo Livros (Livros)o ícone referente às Metas de Leitura foi redesenhado e agora está mais conciso;
  • A cor do widget do app Podcasts agora muda com base na arte do podcast reproduzido no momento;
  • O widget do aplicativo Tempo (Clima) também foi ligeiramente alterado, ganhando uma fonte menor para a temperatura atual;
  • Não Ajusteshá agora um ícone para a opção “Acesso às Chaves-senha para Navegadores da Web”, na seção Privacidade e Segurança;

O que acharam das novidades? Com o anúncio do iOS 18 se aproximando, é normal que tenhamos cada vez menos novos recursos nas futuras atualizações do iOS 17! 😉

By admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *