Após deixar o PSD, ele disputará uma cadeira na Câmara Municipal da Capital nas eleições municipais de 2024

Marcos Trad apresenta sua ficha de filiação ao PDT (Foto: Redes Sociais)

O ex-prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PDT), oficializou nesta quinta-feira (4) sua filiação ao PDT. Após deixar o PSD, ele disputará uma cadeira na Câmara Municipal da Capital nas eleições municipais de 2024. A certidão de filiação já consta como regular no sistema do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Nas suas redes sociais, o ex-prefeito confirmou uma foto acompanhada de sua ficha de filiação partidária. “Toda nova fase exige mudanças e cada nova etapa representa um recomeço. Hoje, filiado ao PDT, inicio uma nova jornada em minha vida”, explicou Marcos na legenda da publicação.

Segundo ele, o convite para fazer parte do PDT veio da direção nacional do partido. “Recebi o convite do ex-ministro da previdência social, Carlos Lupi”, disse. Marquinhos tem até o dia 6 de abril para se filiar, data em que se encerra a janela partidária.

O ex-prefeito ressaltou que o apoio do partido à superintendente da Sudeco e à ex-vice-governadora de Mato Grosso do Sul, Rose Modesto, na disputa majoritária, foi determinante para sua decisão. Ele já houve convites recebidos para adesão no PP e no União Brasil.

Marcos havia afirmado que decidiu sair do PSD pois não estava satisfeito com os rumores de que o partido estava tomando. “Eu estou ouvindo, tive uma conversa com o presidente tanto estadual quanto municipal sobre a maneira como estão conduzindo. Eles entendem que o PSD deve coligar com o PSDB e eu entendo que deve ter candidatura própria”, disse em entrevista ao Campo Grande News.

Outras filiações – Conforme noticiado anteriormente, Marcos já havia adiantado que o partido está se organizando para eleger de um a três vereadores na Casa de Leis. “Hoje já vamos fazer uma reunião com o partido para discutir a chapa certinho”, contornou. E ele não estará sozinho. Marcos confirmou que sua filha, Aline Trad, e sua esposa, Tatiana Trad, também serão filiadas ao PDT.

O ex-deputado federal Fábio Trad também deve deixar o PSD e afirmou ao Campo Grande News que a tendência é se filiar ao PDT junto ao irmão, Marcos Trad. No entanto, antes de tomar a decisão final, ele explicou que precisa conversar e ouvir o presidente da Executiva Nacional da legenda atual, Gilberto Kassab. “Além disso, estou refletindo se continuo na vida pública como político”, disse. O ex-deputado federal ainda garantiu que não disputará nenhuma carga no pleito eleitoral de 2024.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal fazer Notícias Campo Grande e siga nossos redes sociais.

By admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *