Diretor vencedor do Oscar Kathryn Bigelow definiu seu próximo longa-metragem em Netflix. O streamer confirmou o projeto durante sua apresentação inicial aos anunciantes na tarde de quarta-feira em Nova York.

Nenhum título ou detalhes do enredo foram revelados. O projeto marca o primeiro longa-metragem de Bigelow desde o filme “Detroit”, do período de brutalidade policial de 2017, que foi produzido e distribuído pela Annapurna Pictures. Embora o filme tenha recebido críticas positivas, ele não conseguiu capturar os prêmios e o sucesso comercial dos dois trabalhos anteriores do diretor: o polêmico thriller de caçada humana da CIA de 2012, “A Hora Mais Escura”, e o aclamado longa-metragem sobre a guerra do Iraque, de 2009, “Guerra ao Terror”, que ganhou seis prêmios. categorias no Oscar de 2010, incluindo melhor filme. Por “Hurt Locker”, Bigelow se tornou a primeira mulher a ganhar o Oscar de melhor diretor.

Desde “Detroit”, Bigelow dirigiu um comercial da Apple e um curta-metragem. Em março de 2022, Netflix anunciado o cineasta dirigiria uma adaptação do romance desastroso do roteirista David Koepp, “Aurora”, embora esse projeto pareça ter caído no esquecimento em favor deste recurso recém-anunciado. Em um artigo de abril sobre a futura estratégia do novo diretor de cinema da Netflix, Dan Lin, o New York Times relatado que Bigelow deixou o projeto há alguns meses.

Junto com o novo longa de Bigelow, os anúncios de filmes da Netflix em sua apresentação inicial também incluíram a confirmação de uma sequência de “Happy Gilmore”, com Adam Sandler retornando ao papel principal, bem como uma adaptação do romance de suspense de Ruth Ware, “The Woman in Cabin 10”, estrelado por Keira Knightley.

Disco foi o primeiro a reportar sobre o novo projeto de Bigelow na Netflix.

By admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *