Na terça-feira, a revista Forbes publicou a sua lista de bilionários – a maior de sempre. Dos 2.781 nomes da lista, 69 são brasileiros, dez a mais que no ano passado.

No entanto, apenas quatro estão entre os 200 mais ricos: o cofundador e capitalista de risco do Facebook, Eduardo Saverin (US$ 28 bilhões), a herdeira do banco Safra, Vicky Safra (US$ 20,6 bilhões), o empresário e acionista controlador da Anheuser-Busch InBev, a maior cervejaria do mundo. , Jorge Paulo Lemann (US$ 16,4 bilhões), e o cofundador da empresa de private equity 3G Capital ao lado do Sr. Lemann, Marcel Herrmann Telles (US$ 10,9 bilhões).

Na lista deste ano, também há 13 recém-chegados entre os bilionários do Brasil, a maioria deles mulheres:

  • Artur Grynbaum (US$ 1,4 bilhão) — cunhado de Miguel Krigsner, fundador do Grupo Boticário, segunda maior empresa de cosméticos e produtos de beleza do Brasil.
  • Cristina Junqueira (US$ 1,4 bilhão) — cofundadora do Nubank.
  • Ivan Müller Botelho (US$ 1,3 bilhão) — empresário, investidor e atual presidente do conselho de administração da concessionária de energia Energisa.
  • Maria Consuelo Dias Branco (US$ 1,2 bilhão) — presidente do conselho de administração da M. Dias Branco, fabricante e distribuidora brasileira de produtos alimentícios com sede no nordeste do estado do Ceará.
  • Maria Frias (US$ 1,2 bilhão) — jornalista e herdeira de Octávio Frias, fundador do jornal Folha de S. Paulo.
  • Clóvis Ermírio de Moraes (US$ 1,1 bilhão) — neto de José Ermírio de Moraes, fundador da Votorantim SA, holding que controla negócios em diversos setores, desde cimento e mineração até celulose e suco de laranja.
  • Carlos Pires Oliveira Dias (US$ 1,1 bilhão) — maior acionista individual da rede de drogarias RD, antiga Raia Drogasil.
  • Carlos Eduardo M. Scripilliti (US$ 1,1 bilhão) — outro herdeiro da Votorantim SA
  • Regina Helena S. Velloso (US$ 1,1 bilhão) — também herdeira da Votorantim SA
  • Eduardo Voigt Schwartz (US$ 1,3 bilhão) — um dos maiores acionistas individuais da WEG, maior fabricante de motores elétricos da América Latina, fundada por seu tio, Werner Ricardo Voigt.
  • Mariana Voigt Schwartz Gomes (US$ 1,3 bilhão) — A irmã de Eduardo também é acionista pessoa física da WEG.
  • Livia Voigt (US$ 1,1 bilhão) — neta do fundador da WEG e também uma das maiores acionistas individuais da empresa. Ela tem 19 anos, o que a torna a bilionária mais jovem da lista.
  • Dora Voigt de Assis (US$ 1,1 bilhão) — também neta do fundador da WEG e acionista da empresa.

By admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *