Numa mudança financeira significativa, o valor do dólar americano na Colômbia caiu, situando-se abaixo do limite de COP$3.800.

Nesta quarta-feira, o dólar abriu em COP$3.822, marcando uma queda em relação à Taxa Representativa de Mercado (TRM) do dia, de COP$3.845.

À medida que o dia de negociação avançava, o dólar caía ainda mais para um mínimo de COP$3.796, revisitando um valor não observado desde junho de 2022.

Isso representa o valor mais baixo em mais de 20 meses, com o valor mais alto em dólares do dia registrado em COP$3.829.

O analista Andrés Moreno associa a descida à tendência global de queda das taxas de juro, potencialmente prejudicando o apelo ao investimento da Colômbia.

O peso colombiano sobe enquanto o dólar americano atinge o mínimo de 20 meses. (Foto reprodução na Internet)

Moreno observa que o clima político da Colômbia impacta o dólar, prevendo quedas à medida que as taxas de juros globais se ajustem em meados de 2024.

Orlando Santiago Jácome, gerente da Fénix Valor, destacou a tendência de baixa do dólar, padrão também observado em outras moedas sul-americanas.

Ele atribuiu isso parcialmente ao fato de as iniciativas de reforma do governo não terem sido aprovadas.

No entanto, Jácome destacou uma perspectiva de mercado geralmente positiva, elogiando o papel da oposição do Senado.

Com o dólar ultrapassando o nível de suporte de COP$3.800, Jácome previu que a atenção se voltaria para metas mais elevadas em torno de COP$3.640 e COP$3.660.

Ele previu que a redução prevista nas taxas da Reserva Federal na segunda metade do ano desvalorizaria ainda mais o dólar.

Isto favoreceria o peso colombiano e outras moedas de mercados emergentes.

Esta mudança contínua ilustra a natureza dinâmica dos valores monetários, influenciada pelas políticas económicas locais e globais.

By admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *