Polícia Federal prende grupo que contrabandeou 500 mil celulares
Polícia Federal prende grupo que contrabandeou 500 mil celulares

A Polícia Federal realizou operação contra uma organização criminosa acusada de importar ilegalmente produtos eletrônicos para o Brasil sem pagar os devidos impostos.

Segundo os investigadores, mais de 500 mil smartphones foram levados de forma ilegal ao Brasil nos últimos cinco anos, sendo que a operação ocorreu em diversas cidades do país.

No Distrito Federal (DF), os policiais fizeram diligências na Feira dos Importados, sendo que os agentes também cumpriram mandatos de busca a apreensão em São Paulo, Goiás, Paraná, Rio Grande do Norte, Maranhão e Santa Catarina.

Comentando a deflagração da operação policial, Erivelto Alencar, superintendente adjunto da Receita Federal, destacou o montante que a quadrilha invejou ao exterior nos últimos anos.

Há indícios de que R$ 1,6 bilhão foram remetidos ao exterior ilegalmente. O não pagamento dos impostos devidos provocou um prejuízo estimado de R$ 500 milhões aos cofres públicos.

Para fazer essa revenda de celulares contrabandeadosa organização criminosa se subdivide em núcleos responsáveis ​​pela venda dos produtos, transporte e armazenamento, constituição de empresas fictícias, envio de dinheiro ao exterior e recepção dos produtos para revenda no comércio popular.

Os investigadores identificaram indícios de lavagem de dinheiro e evasão de divisas por meio de doleiros e transferência de criptomoedas. Ao todo, foram cumpridos 51 mandados de busca e apreensão, 25 ordens de sequestro de bens imóveis, 42 ordens de sequestro de veículos, além do bloqueio de 280 milhões de reais nas contas dos alvos da operação.

Os suspeitos devem responder pelos crimes de falsidade ideológica, descaminho, evasão de divisas, lavagem de dinheiro e organização criminosa, que possuem penas máximas que podem chegar a 37 anos de reclusão.

By admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *