Um Asus trouxe ao Brasil o seu novo notebook gamer ROG Strix Scar 18 neste início de abril. Ele chega com a proposta de entregar especificações de uma máquina tops de linha, em conjunto com uma tela gigante.

Será que teremos na prática uma performance compatível com o que ele promete? O TudoCelular testou uma unidade do laptop e mostra detalhes para você nesta análise completa.

Design e conectividade



Apesar de o notebook ter um tamanho de tela acima da média, ele possui dimensões que tornam o laptop como um de painel menor. A máquina traz um peso de 3 kg e espessura de 30,8 mm. Isso facilita um pouco mais a locomoção com ele para outro ambiente.

Você vai encontrar um chassi feito de plástico, com tampa de alumínio. A ASUS justifica a mudança do material conforme o local para deixar a superfície menos propensa a superaquecimento. O sistema de resfriamento inteligente da ASUS funciona bem e apenas deixa a área acima do teclado mais quente. Algo que não deve incomodar no uso diário.

Por falar nisso, temos aqui o padrão ABNT, com direito a teclado numérico no lado direito. Espaço não falta na superfície, o que permite um espaçamento agradável das teclas. Além disso, há uma distância de 2 milímetros na pressão, com bom feedback tátil.

Também aparecem cinco botões customizáveis ​​no canto superior esquerdo, para programar as funções mais desejadas pelo usuário. Fora o fato de ser retroiluminado em quatro zonas, com LEDs RGB personalizáveis ​​conforme sua preferência.

Você também encontrará iluminação na barra na posição inferior. Já o touchpad tem um tamanho 10% maior e é feito de vidro, o que torna o deslize mais liso e suave, sem perda de sensibilidade.

No conjunto de portas, a lateral esquerda contém a entrada de energia, a entrada de rede Ethernet, uma saída HDMI 2.1 e as conexões USB 3.2 Tipo-C, uma delas com Thunderbolt 4. Já à direita, você terá duas entradas USB 3.2 Tipo -A. A conectividade é completa com a presença de Wi-Fi de sexta geração e Bluetooth sem versão especificada.

A traseira ainda tem um recuo, com uma peça translúcida adquirida, que pode ser trocada por uma substituta fosca na embalagem. Além dela e do notebook em si, a caixa traz a fonte, o cabo de energia e os manuais do usuário.

Tela e som



O ROG Strix Scar 18 vem com uma tela de 18 polegadas, com resolução Quad HD+ de 2560 x 1600 pixels. Este é o primeiro modelo da marca a vir com painel Mini-LED para o mercado nacional. Esse material atinge no alto nível de brilho, que pode chegar a 1.100 nits, sem perder um ótimo contraste, apesar de não chegar no nível de um OLED.

O display tem um amplo ângulo de visão e tem tratamento antirreflexo, para usar contra a luz sem ter a visualização comprometida. Ele ainda cobre uma gama de núcleos de 100% do padrão DCI-P3.

Para os gamers, temos como destaque a taxa de atualização de 240 Hz, o que garante uma fluidez elevada em qualquer gênero. Ainda há aqui um tempo de resposta de 3 milissegundos, para uma latência baixa em níveis mais exigentes.

Você também pode aproveitar nesta tela as tecnologias NVIDIA G-Sync, com melhor realismo nos jogos, e Dolby Vision, que aprimora a imagem em serviços de streaming compatíveis.

A parte sonora é composta por um sistema estéreo com dois alto-falantes, cada um localizado em um lado da base. Eles são equipados com woofers inteligentes que prometem quase o triplo da potência sonora.

Na prática, a máquina fornece um áudio bastante alto e sem distorções no volume máximo. Ela tem um bom equilíbrio entre graves, médios e agudos, com frequências ainda mais incorporadas quando ativamos a tecnologia Dolby Atmos.

Desempenho e sistema



O novo notebook gamer top de linha da ASUS desembarcou no Brasil com uma configuração única, composto pelo processador Intel Core i9-14900HX e pela placa de vídeo dedicada NVIDIA GeForce RTX 4090. Hardwares carros-chefe que garantem um desempenho de ponta em qualquer tarefa.

No conjunto de memória, encontramos 32 GB de RAM e 2 TB de armazenamento interno em SSD. Os dois slots de cada tipo não são soldados na placa, o que permite a expansão caso queira ampliar ainda mais as possibilidades.

De toda forma, a configuração de fábrica já permite abrir vários programas ao mesmo tempo sem qualquer tipo de trabalho ou engasgo, além de não deixar na mão na hora de baixar vários jogos.

Os benchmarks mostram bem o poder desta máquina. No TimeSpy do 3DMark, conseguimos obter quase 20 mil pontos. Um número impressionante que superou com lançamento o Alienware m16, então campeão dos nossos testes, o que mostra o poder gráfico da GPU RTX 4080.

O PCMark 10 também exibiu um número esportivo, com 8.800 pontos que passam com tranquilidade o rival da Dell. Destaque para o alto desempenho nas tarefas de criação de conteúdo, as mais complexas do teste.

O ROG Strix Scar 18 tem o Windows 11 Home como sistema operacional nativo. A navegação geral é muito fluida e a inicialização acontece com boa velocidade.

A ASUS colocou apenas um programa além dos nativos, que é o Armory Crate. O software permite gerenciar os modos de desempenho do hardware e personalizar os LEDs RGB do produto.

Jogos



O que este notebook é capaz de entregar nos jogos? Por ser um PC com componentes de ponta, testamos todos os títulos na resolução máxima Quad HD+ e tivemos um resultado bastante positivo.

Começando pelo mais simples, o multiplayer Fall Guys rodou com qualidade máxima e todos os extras habilitados, sem afetar a experiência mesmo com a sala cheia. Sem falar na taxa sempre em 240 fps.

Outro que não enganou foi Contra-ataque 2. Esta máquina se mostrou ideal para este tipo de jogo de tiro em primeira pessoa. Não apenas pelos 240 fps, mas também pela latência bastante baixa, o que permite que você tenha comandos quase instantâneos na hora de atirar ou de se esquivar de um ataque.

Uma grata surpresa foi RUÍNA Eterno. Mesmo com Rastreamento de raio habilitado, ele se manteve estável acima dos 130 fps. Uma taxa impressionante para um jogo deste porte na resolução Quad HD+.

Em Deus da guerra, o brilho do Mini-LED combinado com a potência gráfica da RTX 4090 deixa as imagens muito bem definidas e nítidas. Mesmo que você não vá passar muito dos 100 fps, já é um avanço suficiente para aproveitar a beleza visual do jogo.

Outro que permite explorar bem o visual é o jogo Catraca e Clank. O cenário cheio de cores fica realçado aqui, com direito a Rastreamento de raio e mais de 100 fps nesta resolução máxima.

Bateria



A ASUS inseriu uma bateria com capacidade de 90 Wh nesta máquina. Será que é o suficiente para aguentar essas especificações potentes longe da tomada durante muitas horas? Fizemos o nosso teste padronizado para descobrir, com a simulação de um dia de trabalho, ao alternativa navegação no Edge, edição de documentos no Word e mensagens no Telegram.

Na configuração padrão com os LEDs ligados, vimos que este item é o ponto fraco do notebook. A carga durou apenas 2 horas e 48 minutos até ser descarregada por completo. Uma autonomia bem abaixo do que o desejável, ao considerar que não estávamos com um jogo rodando ao longo do teste.

E quanto ao carregamento? O processo é feito por meio do adaptador de tomada de 330 W inclusive na caixa, por meio de um plugue DC. A Taiwan ainda dá a opção de realizar a recarga pela porta USB-C, mas limitada a apenas 100 Watts.

Usamos o acessório padrão e vimos que o tempo levado chega a 1 hora e 44 minutos até retornar aos 100%. Uma espera não tão longa, mas que acaba sendo proporcionalmente grande, em comparação com a autonomia que o notebook entrega.



LAN ASUS





ASUS
03 de abril




ASUS apresenta novos notebooks gamer da linha TUF Gaming no Brasil





ASUS
03 de abril


Considerações finais



O ROG Strix Scar 18 é um notebook top de linha destinado aos jogadores mais exigentes. Ele entrega design com LEDs customizáveis ​​e tamanho menor do que aparente ter pelas dimensões; e um desempenho exemplar em todos os jogos que testamos. A performance que vimos é capaz de colocar este modelo como o mais avançado da atualidade.

A parte multimídia também agrada, graças à tela grande de ótima qualidade. A ASUS acerta a escolha do painel Mini-LED, para fornecer um ótimo brilho, sem comprometer o contraste. O som estéreo potente e equilibrado complementa o display para experiências imersivas com esta máquina.

Como principal ponto negativo, é a autonomia de bateria, que decepciona ao não chegar a 3 horas de duração, nem compensa o baixo rendimento em um carregamento ainda mais rápido.

Bateria de pouca autonomiaPreço elevado

A ASUS lançou o ROG Strix Scar 18 no Brasil nesta quarta-feira, como o seu modelo mais avançado da linha ROG. Ele está disponível pelo preço sugerido de R$ 33.000. O que temos de concorrência no mercado nacional?

O Alienware m16 é outro notebook gamer avançado, que tem a mesma taxa de atualização e memória RAM que o da Taiwanesa, só que o processador é da geração passada e a tela tem um tamanho menor e não conta com Mini-LED. Ao menos, a bateria dura mais que o dobro e o custo é inferior.

Já o Galaxy Book 3 Ultra tem a vantagem do painel AMOLED, mesmo com display menor, e traz um tamanho bem compacto e uma bateria com duração superior. Ele fica atrás pela ausência de LEDs RGB, mas pode ser encontrado por um valor inferior no varejo nacional.

Você teria um notebook de 18 polegadas para jogar com tela grande? Quais características desta máquina mais te chamaram a atenção? Comente tudo aí no espaço abaixo.

By admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *