Sangue do suspeito dentro de imóvel onde ocorreu troca de tiros. (Foto: Henrique Kawaminami)

Everton Pedro Castro, de 34 anos, morreu ao trocar tiros com policiais militares, na madrugada desta quinta-feira (16), no Jardim Centro Oeste, em Campo Grande, local conhecido como invasão da Homex. Momentos antes, Everton e o comparsa tentaram roubar um motorista de aplicativo, que conseguiu escapar.

Conforme informações que constam no boletim de ocorrência, o motorista foi chamado para uma corrida na Rua Itapevi, mas quando chegou no local percebeu que havia dois homens e um vestido da cintura. Antes mesmo de parar, o motorista deixou o local e acionou a PM.

Os militares passaram a fazer diligências e quando chegaram a Itapevi, encontraram dois homens suspeitos. Eles aceleraram o passo até a Rua Seringueiras, quando começaram a correr, sendo que um entrou em um corredor e o outro dentro de um imóvel. Os policiais desembarcaram da viagem e foram atrás dos suspeitos.

O rapaz que entrou em casa, posteriormente identificado como Everton, tirou uma arma da cintura e atirou contra o policial, que se escondeu. Em um segundo momento, o suspeito disparou mais uma vez e houve revisão por parte do militar, que atingiu Everton. Por estar com sinais estranhos, ele foi socorrido e levado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Universitário, mas não resistiu e morreu.

Na casa onde houve confronto, foi encontrada uma balança de precisão e dois tabletes de maconha, uma arma de fogo que estava com Everton – calibre 32. A comparação que descobriu ainda não foi encontrada.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Notícias Campo Grande e siga nossos redes sociais.

By admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *